Rua Luciano Lube, 101, Campo Grande, Cariacica - ES - 29146-100
(27) 3236-8163 (13h às 17h) | (27) 3343-0708 | ipcentral@ipbes.com.br

Leia nosso boletim em PDF clicando no botão abaixo

Baixar Boletim Abril 2018

Páscoa

Texto bíblico: Êxodo 12.1-10

Definição: Páscoa é a festa em que os israelitas comemoram a libertação dos seus antepassados da escravidão no Egito, conforme o texto de Ex 12. Cai no dia 14 de Nissan (ou Abibe = meados de março a meados de abril).

Em hebraico o nome dessa festa é Pêssáh. A FESTA DOS PÃES ASMOS era um prolongamento da Páscoa, conforme o texto de Dt 16.1-8. Outras duas grandes festas judaicas são: O Pentecostes e Os Tabernáculos.

Origem: Em Ex 11 Deus anuncia a décima praga, e em Ex 12, o Senhor Deus institui a Páscoa… A Páscoa está associada à libertação do povo de Deus da escravidão no Egito e os capítulos seguintes registram a consagração dos primogênitos e a passagem pelo meio do mar vermelho.

Significados: a Páscoa tem seu significado original, conforme Ex 12, e seu significado de salvação em Cristo Jesus, conforme o NT. Significado original: como o próprio termo sugere, Páscoa significa poupar, passar por cima, passar sobre. Ou seja, o anjo assolador passaria por cima (poupando) a todos que estivessem sob o sangue aspergido nas portas – ver Ex 12.7,13,23. Eis a libertação dos israelitas! Eles já podem comemorar a passagem da morte e celebrar a vida, a liberdade! Assim aconteceu a histórica saída dos israelitas do Egito.

Significado de salvação: desde sua instituição a Páscoa fora anunciada como memorial (Ex 12.14). Isso ressalta algo além do significado original e aponta para a pessoa de Cristo Jesus! Não foi por acaso que Jesus morreu na semana da Páscoa… A Páscoa já existia! Agora o memorial já é outro! Ler Jo 1.29 e At 10.39. Não foi sem significado que Cristo orientou aos primeiros discípulos sobre a Ceia do Senhor: “fazei isto em memória de mim”, Lc 22.19. E assim o fazemos “até que ele venha”, 1 Co 11.26. A ressurreição de Cristo Jesus valida todas as ocorrências alusivas à Páscoa e sua volta gloriosa definirá toda a vitória desejada.

Observações:
1. Não reconhecemos a chamada semana santa, mas semana da Páscoa! 2. Os ingredientes originais da páscoa estão descritos em Ex 12. 3. A crise financeira afeta a páscoa comercial, não a páscoa bíblica. 4. “O sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado”, 1 Jo 1.7.

a) Rev. Adilson Souza dos Santos